Árvore da vida

A bela árvore da vida
está bem crescida e florida,
apesar de acabada de semear,
por um anjo no ar de passagem
que me causou uma miragem
num breve observar de luar.

Sentado de forma chinesa,
com uma grande moleza
que permite à mente voar.
Não olho sequer os minutos
para que não fiquem brutos
e não acabem por parar.

Estaciono a mente num canto
e por dentro entoo um pranto
a pedir que aqui estejas.
Fecho os olhos e deixo-me levar,
acreditando honestamente que sejas
a metade para me completar.