Peso do tempo

No tempo de um minuto
sinto um aperto,
bastante forte
e vindo de dentro,
que mesmo sendo
um sinal de sorte,
custa que só entende
quem dele faz parte.

Procuro-te felicidade,
e farei tudo por ela.
Sempre darei
enorme honestidade,
mas também esperarei
poder recebê-la.
Entre sorrisos e atenção,
algum espaço
e compreensão,
acertaremos o passo
ao nível da perfeição.

Há coisas que não se explicam,
porque estão para lá dos sentidos.
Há espíritos que ficam
porque se sentem unidos.
Palavras não chegam
para os laços estabelecidos.
Admirável que se entendam
como velhos conhecidos.

Qual o peso do tempo
quando se sabe esperar,
por se ter a certeza
que nenhum contratempo,
de qualquer natureza,
nos poderá parar?